Espigão corrido em caminhões e ônibus

Todo motorista profissional do transporte de cargas ou de passageiros sabe o que representa um espigão corrido em um caminhão ou ônibus. Aos demais condutores que não estão habituados ao termo, é interessante conhecer este defeito comum de ser avistado nas mais diversas vias publicas do país e, que segundo o CTB (Código de Trânsito Brasileiro), é infração de trânsito passível de multa.

Confira na imagem acima um exemplo de veículo com espigão corrido trafegando por uma rodovia brasileira.

O que é um espigão corrido e porque este problema ocorre?
O espigão, em um veículo dotado de suspensão traseira de feixe de molas é um pino central localizado entre o eixo traseiro e a parte central das molas. Este pino centraliza as molas em relação ao eixo do veículo. Quando o pino central se rompe, o feixe de molas de movimenta para o lado, trazendo o peso da carroceria para o lado rompido, forçando o eixo para o lado danificado, dando a sensação de que o veículo se locomove de forma retorcida, lembrando um caranguejo. Este problema pode ocorrer também se o pino se encontrar desgastado demais.
As causas deste problema são a falta de revisão periódica do feixe de molas, que também possui vida útil ou o sobrepeso excedente sobre a carroceria do veículo, o que causa uma sobrecarga do sistema de molas. Um veículo que trafega com o espigão corrido tem sua estabilidade comprometida, o que pode gerar perigo de acidente, principalmente em uma rodovia, onde a velocidade desenvolvida é superior a uma via urbana.

Infração de trânsito
Segundo o CTB (Código de Trânsito Brasileiro), um veículo com espigão corrido representa infração de trânsito. O artigo 230 inciso XVIII do CTB descreve a infração “transitar com o veículo em mau estado de conservação comprometendo a segurança”. Segundo o artigo, a infração é grave, passível de perda de 5 pontos na CNH (Carteira nacional de Habilitação) do condutor e até retenção do documento para posterior vistoria.

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


3 − = dois

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>